Especial Futebol Feminino – A História

Sugestão de Juliana Bourguignon

Vem aí a Copa do Mundo de 2011. É isso mesmo, estamos falando a Copa do Mundo de Futebol Feminino, a ser disputada de 26 de junho a 17 de julho na Alemanha, terra das atuais bicampeãs. E antes da bola rolar no Estádio Olímpico de Berlim (o mesmo da final da Copa do Mundo Masculina em 2006), o Cultura FC traz uma série de posts sobre a participação delas nesse esporte que, pelo menos no Brasil, é tido como um traço marcante dos homens.

E, se o futebol feminino parece um fenômeno recente, com a primeira Copa do Mundo datando de apenas 20 anos atrás, você vai conferir no agora que temos mais de 100 anos para contar. Clique abaixo, acesse o restante do post, e confira um pouco da história do esporte coletivo que mais cresce em adeptas no mundo hoje.

O futebol como o conhecemos foi codificado em 1863 a partir de escolas exclusivas para homens que praticavam o esporte. Daí sua origem machista. Entretanto, há notícias de participação de mulheres nas disputas de futebol medieval, os jogos rústicos que deram origem ao futebol moderno.

Ilustração de um treino do Ladies FC, no século XIX.

E a participação feminina também não tardou no futebol associação. Entretanto, o preconceito e o descaso que cercam o jogo das mulheres, deixaram poucas fontes e registros históricos confiáveis. Abaixo segue uma linha do tempo de acontecimentos, de acordo com os dados que achamos em nossas pesquisas:

1892: O registro mais antigo que encontramos foi desse ano, com a prática de futebol feminino em Glasgow (Escócia). No mesmo país, começou nesse ano uma competição anual em Lothian.

Equipe do Ladies FC (time Sul).

1894: Surge em Londres o Ladies Football Club, primeiro clube feminino, fundado por  Nettie Honeyball, ativista feminista.

Equipe do Ladies FC (time Norte).

1895: Jogos beneficentes do Ladies FC.

1898: Primeiro jogo internacional que se tem notícia: Inglaterra x Escócia (que também fizeram o primeiro jogo masculino).

1914: Com o envio de soldados para a 1ª Guerra Mundial, as mulheres são a grande força trabalhadora na Inglaterra, e o jogo se expande nas fábricas e ganha popularidade.

Dick Kerr's Ladies, time feminino mais popular na época da 1ª Guerra (segundo estimativas otimistas, tão popular quanto clubes masculinos).

1921: Com o fim da guerra, a FA (The Football Association, a federação inglesa) bane o futebol feminino. Em resposta, é formada a English Ladies’ FA.

1921: Primeiro jogo no Brasil entre Catarinenses x Tremembeenses (cidade paulista), é feito a título de atração curiosa em uma festa junina. Nos anos seguintes, o futebol feminino chegou a ser exibido em circos.

Com o banimento pela FA, o esporte perde força pois quase todos os estádios ingleses estavam sob jurisdição dessa. O esporte perde força e ganha contornos de resistência feminista nas décadas seguintes na Inglaterra e, depois, em outros países.

Preston's Ladies na década de 1950: mesmo com o banimento, o futebol feminino resiste.

1964: Proibida a prática feminina de futebol, halterofilismo, beisebol, pólo e qualquer luta no Brasil, sob a alegação de que esses esportes poderiam danificar o aparelho reprodutor das mulheres.

Uma equipe (ilegal) de futebol feminina da década de 1970 no Brasil.

1969: Seguido à sensação da conquista da Copa de 1966 que deu um grande crescimento à prática, a FA volta atrás e oficializa o futebol feminino.

1969: 1º campeonato continental (não-oficial) entre seleções: Itália campeã européia.

1970: 1º campeonato mundial não-oficial (Itália campeã).

1971: A Uefa incentiva seus filiados a seguirem o exemplo da FA.

Jogo de futebol feminino na Alemanha Oriental (década de 1960).

1975: 1º campeonato continental oficial, a Copa da Ásia.

1981: Revogada a proibição do futebol feminino no Brasil.

1982: Formação do Radar, equipe que ganhou projeção ao divulgar o futebol feminino no Brasil (nesse ano conquistou o título da Women’s Cup of Spain, derrotando seleções como Portugal, França e Espanha).

Camisa do Radar.

1983: Início do Campeonato Carioca e da Taça Brasil, com o Radar campeão de 83 a 88, quando pararam as atividades depois de 71 jogos (venceu 66, empatou 3 e perdeu apenas 2) pela falta de incentivo financeiro.

O esporte, embora oficial agora, continua a lutar contra o preconceito.

1983: Primeira Copa da OFC.

1984: Primeira Eurocopa feminina (oficial).

1987: Primeiro Campeonato Paulista (edição única).

1988: Primeira convocação da Seleção Brasileira (das 18 jogadoras, 16 eram do Radar).

Equipe dos Estados Unidos campeã da Copa de 1991.

1991: Primeira Copa do Mundo na China, que incentiva a criação das Copas da Conmebol, Concacaf e CAF como eliminatórias.

1993: A CBF organiza seu primeiro campeonato nacional, que cambalearia até a instauração definitiva da Copa do Brasil em 2007.

1995: Volta o Campeonato Carioca, que termina novamente em 2001.

1996: Após resultados fracos da seleção nas Copas de 1991 e 1995, o 4º lugar em Atlanta (primeira olimpíada) divulga o futebol feminino no Brasil.

1997: Depois de 10 anos, o Campeonato Paulista volta e passa a ser anual (exceção em 2003).

1999: O Brasil é bronze na Copa.

Brasil: prata em Atenas.

2004: O Brasil é prata nas Olimpíadas (e as jogadoras só recebiam uma diária de R$35,00 na preparação).

2005: O Campeonato Carioca volta de vez.

2006: Marta é eleita a Melhor do Mundo Fifa pela primeira vez. Jamais perdeu a eleição até 2010.

Marta em sua arrancada histórica contra os EUA na Copa de 2007.

2007: Após grandes apresentações, o Brasil empolga e é vice no Mundial.

2007: 1º jogo da Seleção no Maracanã (ouro no Pan).

A seleção feminina conquista o Maracanã no Pan de 2007.

2007: Criação da Copa do Brasil Feminina.

Duque de Caxias: campeão da Copa do Brasil 2010.

2008: O brasil repete a prata olímpica.

2009: Início da Libertadores Feminina.

Santos: campeão da Libertadores de 2009.

Estimativa de que hoje as mulheres já sejam 10% dos futebolistas do mundo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: