Qatar 2022, o que a Fifa não analisou.

Na última quinta-feira (2), a Fifa anunciou as sedes das Copas de 2018 e 2022. Envolta em denúncias de corrupção, compra de votos, crítica por escolher duas sedes ao mesmo tempo (que beneficia troca de votos), uma coisa há que se dar mérito à entidade: o novo sistema de rodízio é bom – ao invés de determinar um único continente para receber o evento, determina um período de espera de duas Copas para as federações que foram sedes.

 

Estádio Luzhniki, em Moscou. Previsão para abertura e final em 2018.

Quanto à escolha de 2018, para falar a verdade simpatizava mais com a candidatura Bélgica-Holanda, mas numa disputa interna da Uefa, qualquer escolha prometia uma boa Copa. E a Rússia tem boas perspectivas. Agora, quanto a 2022, a escolha do Qatar obviamente não considerou um critério fundamental que, no meu ponto de vista, deveria impedir a Copa de ir para lá. Não estou falando de estrutura, calor, ou tamanho do país; isso os qatarenses vão tirar de letra. Há leis polêmicas no país (homossexualismo é crime), mas isso eles também podem resolver em 12 anos. E apoio que o mundo árabe merece uma Copa e até uma Olimpíada (mas poderia ser Arábia Saudita, Egito ou Emirados Árabes).

 

Previsão do Estádio Lusail Iconic, em Doha, palco provável da abertura e da final de 2022.

O que não dá para engolir é mandar a Copa para um país que NUNCA foi para a Copa. Sequer passou perto. Estrear em uma Copa por ser sede depois de 92 anos desde 1930 deveria ser impensável. Desenvolva o futebol primeiro, depois pense em estrutura. Para esse tipo de apoio existem os Mundiais Sub-20 e Sub-17. Mas não é surpresa para ninguém que esse tipo de escolha passa longe de méritos técnicos – infelizmente.

P.S.: Só para constar, para 2022 eu apoiava a Austrália.

 

A "grande" seleção do Qatar, nunca perdeu em Copas (o fato de não ter jogado nenhuma é só um detalhe para os cofres da Fifa).

 

Na última quinta-feira (2), a Fifa anunciou as sedes das Copas de 2018 e 2022. Envolta em denúncias de corrupção, compra de votos, crítica por escolher duas sedes ao mesmo tempo (que beneficia troca de votos), uma coisa há que se dar mérito à entidade: o novo sistema de rodízio é bom – ao invés de determinar um único continente para receber o evento, determina um período de espera de duas Copas para as federações que foram sedes.

Quanto à escolha de 2018, para falar a verdade simpatizava mais com a candidatura Bélgica-Holanda, mas numa disputa interna da Uefa, qualquer escolha prometia uma boa Copa. E a Rússia tem boas perspectivas. Agora, quanto a 2022, a escolha do Qatar obviamente não considerou um critério fundamental que, no meu ponto de vista, deveria impedir a Copa de ir para lá. Não estou falando de estrutura, calor, ou tamanho do país; isso os qatarenses vão tirar de letra. Há leis polêmicas no país (homossexualismo é crime), mas isso eles também podem resolver em 12 anos. E apoio que o mundo árabe merece uma Copa e até uma Olimpíada (mar poderia ser Arábia Saudita, Egito ou Emirados Árabes).

O que não dá para engolir é mandar a Copa para um país que NUNCA foi para a Copa. Sequer passou perto. Estrear em uma Copa por ser sede depois de 92 anos desde 1930 deveria ser impensável. Desenvolva o futebol primeiro, depois pense em estrutura. Para esse tipo de apoio existem os Mundiais Sub-20 e Sub-17. Mas não é surpresa para ninguém que esse tipo de escolha passa longe de méritos técnicos – infelizmente.

P.S.: Só para constar, para 2022 eu apoiava a Austrália.

Uma resposta to “Qatar 2022, o que a Fifa não analisou.”

  1. Ataque Aéreo Says:

    O que é a história do futebol e seus envolvidos quando tem dinheiro em jogo?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: