A primeira liga do mundo

1888-ingles
Estátua de William McGregor, presidente do Aston Villa em 1888 que organizou a ideia do Campeonato Inglês, e time do Preston North End, primeiro campeão e invicto.

Como o Campeonato Inglês marcou a base da organização do futebol

Ultimamente, é muito comum vermos muito material sobre como a Premier League revolucionou o futebol quando foi criada em 1992. Mas pouco se fala sobre uma revolução ainda maior, que foi a criação do Campeonato Inglês em 1888, a primeira liga nacional do mundo que deu a deixa para como todos os demais países se organizariam.

Inclusive, foi no meio da primeira temporada que o sistema de pontuação de vitórias e empate foi criada (no começo, o plano era dar o título para o time com mais vitórias, descartando os empates). E com o sucesso da empreitada, apenas quatro anos depois foi criada a segunda divisão, com sistema de acesso e rebaixamento. Isso sem falar das inovações aplicadas na própria regra do jogo.

Por tudo isso, vale a leitura dessa história no ótimo artigo de Leandro Stein, do site Trivela. Clique no título abaixo e confira.

Há 125 anos, uma revolução: nascia a 1ª liga Há 125 anos, uma revolução: nascia a 1ª liga

E nada mudou

piada_inglaterra-escocia-1872-2021

Piada e história da rivalidade mais antiga do futebol

Piada enviada por Jirlan Biazatti. E aproveito o gancho para mandar a recomendação do primeiro de uma série de artigos históricos do site Trivela que compartilharei nos próximos dias. Para conferi-lo, basta clicar no título abaixo.

Como a rivalidade Escócia x Inglaterra começou por orgulho e descambou para a violência

Quando o futebol quase deslanchou nos EUA

Afinal, que liga foi essa nos anos 1920?

Em duas publicações recentes, comentei que o futebol era muito forte nos Estados Unidos nos anos 1920, a ponto dele ser cabeça de chave da Copa de 1930 e de jogar por terra o mito que não teve futebol nos Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1932 por falta de interesse do público local. Mas afinal, que liga foi essa? Bom, deixo duas sugestões de materiais para você conhecer a ASL, a American Soccer League, que chegou a ser menos popular apenas que o beisebol na Costa Leste e que ruiu por disputas internas e, sobretudo, pela Crise de 1929.

Acima, um vídeo do Vox sobre o assunto (que inclusive já foi publicado aqui em outra oportunidade). Abaixo, uma bela matéria sobre o assunto com link no título.

The Secret History of American Soccer, by Brian Phillips

Extra: e se você quiser ir além dos boom da década de 1920 e conferir a história do futebol dos Estados Unidos em detalhes, do século XIX até pouco antes de 2010, sugiro o link abaixo, do site da “Ken Aston Referee Society”.

An Overview of American Soccer History, by David Litterer

Quando não houve Jogos

Casos e mitos dos Jogos Olímpicos sem futebol

Parece que vem aí mais uma edição dos Jogos Olímpicos, se a pandemia deixar. E, embora ao menos no masculino o futebol seja um torneio de pouco prestígio nos Jogos, ele tem uma tradição enorme, sendo o esporte coletivo que há mais tempo está no programa dos Jogos Olímpicos e o mais longevo juntamente com o polo aquático: ambos estrearam já na segunda edição, em 1900, e estão até hoje no programa, cada um tendo perdido apenas uma edição no caminho.

As idas e vindas, e muita briga entre COI e Fifa, nós já contamos em mais detalhes por aqui. Porém, na sequência, falamos de duas curiosidades justamente sobre os únicos dois torneios que não rolaram, os de 1896 e de 1932. Ou melhor, será que não rolaram mesmo?

Continuar lendo “Quando não houve Jogos”

O regulamento da Copa de 1954 é o pior da história

1954-alemanhaAlemanha em 1954. Campeã também na malandragem e com "derrota tática".

E como a Alemanha se aproveitou e esfregou as falhas dele na cara do mundo

Já falamos aqui sobre bizarrices do regulamento da Copa do Mundo de 1954, na Suíça, a maioria dos quais jamais foram repetidos: prorrogação após empate na fase de grupos e grupos com dois cabeças de chave (nenhum deles sendo o país-sede) estão entre eles.

Mas vale ressaltar como a Alemanha Ocidental chegou ao título se aproveitando descaradamente dos dois maiores buracos do regulamento. Veja como ela fez isso na sequência.

Continuar lendo “O regulamento da Copa de 1954 é o pior da história”

De cabeça para as cabeças

1954_suicaSuíça em 1954. País-sede, mas cabeça de chave?

Curiosidades sobre cabeças de chave nas Copas do Mundo

Se o sistema do Ranking da Fifa é bom ou não, é uma outra história, mas acho que poucos discordam que o uso de um ranking que reflita o peso atual das seleções seja um método ruim para definir cabeças de chave no sorteio de um campeonato. Mas, obviamente, nem sempre foi assim nas Copas do Mundo.

Confira na sequência algumas curiosidades sobre os cabeças de chave nas Copas do Mundo. Dos EUA em 1930, passando pelas muitas “carteiradas” do Brasil, até os raros casos de campeões que não eram cabeças de chave.

Continuar lendo “De cabeça para as cabeças”

Camisa pesa?

camisa-pesa

Opinião: sim ou não, quanto e pra quem?

Um dos maiores bordões do futebol é que “camisa pesa”, seja para falar a favor ou contra um time tradicional. Ele fez uma virada improvável? A camisa que pesou. O juiz “roubou” para ele? A camisa que pesou também. Como quase tudo que vira bordão no futebol, “camisa pesa” aparece constantemente nas análises mais rasas possíveis de serem feitas.

Mas eis o ponto: ser usada de maneira rasa não faz com que algo seja automaticamente errado. Por isso, veja na sequência nossa análise e opinião sobre o tema: e aí, pesa mesmo?

Continuar lendo “Camisa pesa?”

E campo inclinado pode, Arnaldo?

campoinclinado

A história do campo do Tombense

Reza a lenda, que consta inclusive no site oficial do Tombense, que o mascote do time é o carcará, ave de rapina que ataca de cima pra baixo, porque na década de 1960 o campo do time era inclinado, e o time buscava sempre atacar pra baixo no segundo tempo, pegando o visitante mais cansado. E o desnível de um gol para o outro era de quatro metros!

Enquanto eu pesquisava sobre dimensões de campo, e troquei algumas mensagens com a Ifab, aproveitei para questionar sobre esse ponto. O retorno e a análise você vê na sequência.

Continuar lendo “E campo inclinado pode, Arnaldo?”

Medidas antes do padrão Fifa

Serra-Dourada-EstadioSerra Dourada, o maior campo do Brasil.

Quando a dimensão do campo variava no futebol brasileiro

Como já falamos aqui sobre saudosismo e o suposto futebol-raiz, nem tudo que é antigo é bom. E, inclusive, o próprio “padrão Fifa”, expressão tão usada para criticar por conta do exagero de encargos para estádios na Copa, pode ser bom em outros aspectos. Um deles é a medida do campo: padronizá-los para todos os estádios das séries A e B, como a CBF fez em 2016, na medida oficial da Copa do Mundo é uma excelente medida, que favorece a excelência dos jogadores ao se depararem sempre com campos similares.

Dito isso, igualmente importante é preservar a história. E, apesar de 2016 não ser tão distante assim, a memória coletiva tem se mostrado cada vez mais curta, e muita gente pode não se lembrar da época em que os times tinham que se adaptar a diferentes tamanhos de campo quando viajavam. E é exatamente sobre isso que falaremos na sequência.

Continuar lendo “Medidas antes do padrão Fifa”